•   (31) 2555-7566

A Cila é mais que moda, vai além da praia e veste muitas gerações.
Há mais de 45 anos nascemos com uma proposta disruptiva e com um objetivo muito maior do que jamais poderíamos imaginar.

Foi no final dos anos 60 que Maria Cecília, ou simplesmente Cila, uma jovem de 16 anos atenta às novidades das praias do Rio de Janeiro, decidiu se rebelar contra o tradicionalismo mineiro. Num ato de irreverência criou uma peça, um maiô no estilo engana-mamãe, que rapidamente se tornou sucesso entre as amigas. E esse foi o ponto de partida para o surgimento da nossa marca.

Já nascemos sustentáveis e conscientes. Temos uma produção local e mão de obra majoritariamente feminina. Acreditamos na força da mulher como ferramenta de transformação social e enxergamos em nossos produtos, muito mais que roupas. Cada detalhe, tecido, estampa e costura é pensado com muito carinho e narra uma história incrível. Tudo tem razão de ser.

De um começo despretensioso, percorremos um longo caminho até chegarmos às nossas lojas e nossa fábrica. Hoje nossos produtos passam pelas mãos de Tereza, Val, Gislaine, Solange, Lucinha, Sonilene, Ricardina, Roberta e outros muitos nomes que compõem a família Cila. E o destino final é sempre único: você.

Cila: 365 dias de sol.

Inconformada com o tradicionalismo mineiro e atenta às novidades das praias cariocas (na época não havia biquínis em Minas), Maria Cecília decidiu fazer beachwear nas montanhas mineiras.

De lá pra cá foram muitas e tantas outras ousadias de estilo e de negócio. Sua inspiração veio e vem das praias, calçadões e ruas, onde sente e observa o jeito, o estilo, o comportamento das pessoas. Sempre acredita que a inspiração não tem limites nem fronteiras, mas o sábio é saber interpretar e transpor para o produto beachwear o mundo criado pela imaginação e criatividade. Seu tino para negócios sempre permitiu acompanhar os rumos dos acontecimentos passando por diversos momentos da economia brasileira.

Atualmente Cila responde na empresa pelas áreas estratégicas, de produção e administração, modelagem e acompanha de perto o trabalho de sua filha, a estilista Tetê Vasconcelos, atual diretora de estilo da marca.

Tereza Borges Vasconcelos, a Tetê. Com uma identidade pra lá de autônoma, Tetê Vasconcelos imprime seu estilo contemporâneo e vanguardista à criação e estilo da Cila desde 2006 com idéias claras e muita criatividade. Seu trabalho reflete o olhar refinado pela formação em Design de Moda, temporadas de trabalho na Itália e muitas viagens pelo globo, e ainda um lado espiritual muito aflorado, que diversas vezes traz um tom místico para as peças.

Em ação, a sensibilidade de quem faz do criar um exercício de liberdade, de expansão de horizontes, das inúmeras possibilidades de amalgamar culturas e comportamentos de um mundo que não pára de mudar.

Mix de olhares, cores, orientes e ocidentes. É a ousadia pedindo passagem, fortalecendo ainda mais a marca, mostrando que o inusitado pode "dar praia", do sol de meio-dia às noites enluaradas.